Loading...

Páginas

Eu, coruja...

Eu, coruja...
Observo o que ninguém vê.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Ativista norte-americana Dorothy Height morre aos 98 anos.

COMENTÁRIO (0)

Aos 98 anos, morre a ativista americana Dorothy Height

Agência Estado

Morreu hoje nos Estados Unidos, aos 98 anos, Dorothy Height. Como presidente do Conselho Nacional das Mulheres Negras, ela foi a principal voz feminina no movimento pelos direitos civis, nos anos 1960. Ela estava internada no Hospital da Universidade Howard, em Washington.

Quando jovem, Dorothy marchou em Nova York pedindo o fim dos linchamentos racistas. Nos anos 1950 e 1960, ela era a principal mulher a auxiliar o reverendo Martin Luther King Jr. e outros importantes ativistas a orquestrar o movimento pelos direitos civis. A falecida ativista C. DeLores Tucker chegou a qualificar Dorothy como um ícone para todas as mulheres afro-americanas.

Dorothy estava na plataforma do Lincoln Memorial, sentada a alguns passos de King, quando o reverendo proferiu seu famoso discurso "Eu tenho um sonho", durante uma marcha em Washington, em 1963. "Ele falou mais do que estava previsto", lembrou Dorothy, durante entrevista em 1997. Ela afirmou que a fala de King ecoou por gerações, pelo impacto que teve em todos.

A ativista se tornou presidente do Conselho Nacional das Mulheres Negras em 1957 e manteve o posto até 1997, quando tinha 85 anos. Ela permanecia como chairman da entidade. "Eu espero não trabalhar tão duro o resto da minha vida", disse ela certa vez. "Mas seja no conselho, seja fora, pelo resto da minha vida, eu estarei trabalhando por igualdade, justiça e para eliminar o racismo, para construir uma vida melhor para nossas famílias e crianças."

Nenhum comentário:

Postar um comentário